terça-feira, 20 de setembro de 2016

CURSO DE AVALIAÇÃO INFANTIL DE ACORDO COM A ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 01/2015 – PADRÕES BÁSICOS DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO INFANTIL PAULISTANA E NA PORTARIA SME Nº. 5959 DE 11/09/2015.


A formação continuada/permanente de educadores da Educação Infantil é um desafio atual e muito presente em toda a rede de ensino. Para contribuir para a formação de educadores e de acordo com os Padrões Básicos de Qualidade da Educação Infantil Paulista, o consultor pedagógico e mestre em Educação e Saúde na Infância e Adolescência pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP, Professor Marcelo Clemente, disponibiliza um curso para formação e atualização de educadores, segundo a orientação normativa nº 01/2015 – Padrões Básicos de Qualidade da Educação Infantil Paulistana e na Portaria SME nº. 5959 de 11/09/2015.

Nesse curso, o Prof. Marcelo Clemente aborda entre outras questões:

Formação continuada/permanente dos educadores na educação Infantil, na perspectiva da construção de um currículo integrador/articulador entre as experiências e saberes das crianças e o patrimônio cultural, artístico, ambiental, científico e tecnológico, tudo isso tendo em vista como alcançar os resultados propostos nos Indicadores de Qualidade;

Para alcançar estes objetivos, nesse curso daremos foco às seguintes dimensões fundamentais:

1.    Planejamento e Documentação Pedagógica;
2.    Multiplicidade de experiências e linguagens em contextos lúdicos;
3.    Participação escuta e autoria dos bebês e crianças.

OBJETIVOS GERAIS:

·         Articular conhecimentos teórico-práticos nas intervenções pedagógicas docentes;
·         Possibilitar espaços de discussões acerca de situações de aprendizagem sobre crianças com deficiência, transtornos globais de desenvolvimento e altas habilidades/ superdotação;
·         Promover a construção do debate sobre a indivisibilidade das dimensões expressivo-motora, afetiva, cognitiva, linguística, ética, estética e sociocultural da criança e bebês;
·         Estabelecer uma relação afetiva com a comunidade local e de mecanismos que garantam a gestão democrática e a consideração dos saberes da comunidade.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS

·         Discutir o conceito de programações didáticas como organização e planejamento do currículo da educação infantil;
·         Analisar formas de observação e mediação para as vivências de bebês e crianças, utilizando planejamentos semanais e outros instrumentos;
·         Discutir o conceito sobre as especificidades de experiências dos bebês e das crianças nas diferentes linguagens em contextos significativos, tendo como eixos as interações e brincadeiras;
·         Explorar a utilização de múltiplos registros para a construção da Documentação Pedagógica.

Palestrante:

Marcelo Clemente - Mestre em Educação e Saúde na Infância e Adolescência pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP, Consultor Pedagógico, Professor em cursos de graduação e pós graduação na área da Educação. Pedagogo, Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional, pós graduado em Educação, Desenvolvimento Humano e Inclusão Escolar pela Universidade de Brasília; Mediador Licenciado pelo Feuerstein Institute para aplicação do Programa de Enriquecimento Instrumental (Nível I e II).

Não perca mais tempo! Agende um curso de 4 horas de duração sobre AVALIAÇÃO INFANTIL DE ACORDO COM A ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 01/2015 – PADRÕES BÁSICOS DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO INFANTIL PAULISTANA.

Contatos:

Marcelo Clemente  - Celular/WhatsApp: (11) 96070-9219


E-mails:


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental.Referencial Curricular para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998. Vols 1, 2 e 3.

SÃO PAULO (SP). Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil.Ministério da Educação, 2010.

SÃO PAULO (SP). Orientação normativa nº01/13. Avaliação na Educação Infantil: aprimorando os olhares. Ministério da Educação, 2014.

SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de Orientação Técnica.Currículo Integrador da Infância Paulistana:SME/DOT, 2015.

SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de Orientação Técnica.Padrões Básicos de Qualidade da Educação Infantil Paulistana: orientação normativa nº 01/2015. SME/ DOT, 2015.

SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de Orientação Técnica.: O uso da tecnologia e da Linguagem Midiática na Educação Infantil. SME/ DOT, 2015.

LIVEIRA- FORMOSINHO, J. KISHIMOTO, T.M.PINAZZA, M.A (ORG). Pedagogia (s) da Infância: dialogando com o passado, construindo o futuro. Porto Alegre. Artmed, 2007.

Programa de Formação aos Gestores da RME, com a Prof ª Doutora da Universidade de São Paulo, Monica Pinazza. São Paulo: DRE BT, 2015.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Prof. Marcelo Clemente, ministra curso de Primeiros Socorros para docentes e gestores do Colégio Hugo Sarmento.

Dia 29 de julho, o Prof. Marcelo Clemente ministrou mais um Curso Básico de Primeiros Socorros, para docentes, gestores e demais funcionários. Desta vez, o curso foi ministrado no Colégio Hugo Sarmento, tradicional colégio da Vila Madalena, com mais de 50 anos de tradição.





Os temas abordados no treinamento foram:
Prevenção de acidentes; Engasgamento (asfixia).- Manobra de Heimlich; Corpos estranhos em olhos, ouvidos e nariz;
Queimaduras; Afogamento; Estados de choque/convulsões; Hemorragias;
Fraturas; remoção de acidentados;
Reanimação cardio-pulmonar em bebês, crianças e adultos (RCP) - de acordo com o protocolo mais recente da American Heart Association.

Prof. Marcelo ministrando treinamento de Primeiros Socorros para Educadores

Prof. Marcelo Clemente, demonstrando a aplicação da Manobra de Heimlich

Demonstração da aplicação da técnica correta de Reanimação
Cardiopulmonar em bebês, crianças, adolescentes e adultos.

Prof. Marcelo Clemente orientando sobre os procedimentos de RCP

Participantes treinam nos bonecos manobras de salvamento.

Prof. Marcelo orienta participantes sobre o correto
posicionamento das mãos para aplicação da massagem
cardíaca.

Orientação detalhada aos participantes no momento de treinar com os bonecos

Orientação sobre remoção e locomoção de vítima de acidentes,
utilizando uma maca de remoção.


INSTRUTOR:
Marcelo Clemente -
Socorrista capacitado no método START pelo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Bombeiros de São Paulo e em Primeiros Socorros pela Cruz Vermelha do Estado de São Paulo e pela Escola de Bombeiros do Estado de São Paulo. Atuou como Membro da Equipe de Socorristas do Senac - São Paulo. 
Mestre em Educação e Saúde na Infância e Adolescência pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. 
Pedagogo e Psicopedagogo Clínico e Institucional. 
Professor universitário de Pedagogia. Consultor Pedagógico e Empresarial.

O Curso é Certificado pelo Instituto Paulista de Educação e Saúde IPES.
.
Entre em contato e agende uma visita!
Contatos:
Professor Marcelo Clemente
E-mail: marcelorhema@gmail.com


Fone/ WhatsAPP (11) 9 6070-9219

Prof. Marcelo Clemente, ministra treinamento de Primeiros Socorros na WABCO do Brasil

Funcionários e gestores da Wabco do Brasil, participaram no dia 18/07/2016, de um dia de treinamento sobre Primeiros Socorros com o Prof. Marcelo Clemente.

Uma das mais importantes fornecedoras de sistemas de freio e outras tecnologias para veículos comerciais, a divisão Brasil da Wabco, sediada em Sumaré, interior de São Paulo, recebeu o Prof. Marcelo Clemente para ministrar treinamento sobre Primeiros Socorros em duas turmas, uma pela manhã e outra à tarde.

Divisão Brasil da Wabco, sediada em Sumaré, interior de São Paulo,
recebeu o Prof. Marcelo Clemente para ministrar treinamento sobre Primeiros Socorros

A WABCO é o fornecedor global número um de tecnologias e serviços que melhoram a segurança, eficiência e conectividade de veículos comerciais para torná-los  mais seguros e mais fáceis de controlar desde 1869. WABCO é uma empresa líder mundial na fabricação de freios para veículos comerciais, sistemas de estabilidade, controle de suspensão & transmissão.
Hoje, com uma lista imbatível de novidades no mercado a WABCO continua na vanguarda de inovações para assistência ao condutor, de frenagem, controle avançado de estabilidade , suspensão, automação de transmissão e aerodinâmica para comercial caminhão, ônibus, reboque e veículos em geral de diversos fabricantes.

A visão da WABCO é salvar vidas e proteger o ambiente.




Funcionários e gestores da WABCO do Brasil participaram de
um treinamento sobre Primeiros Socorros com o Prof. Marcelo Clemente

Durante o treinamento, momento de descontração 

Prof. Marcelo Clemente, orienta funcionários e gestores da WABCO sobre
correta aplicação da manobra de Heimlich


INSTRUTOR:
Marcelo Clemente -
Socorrista capacitado no método START pelo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Bombeiros de São Paulo e em Primeiros Socorros pela Cruz Vermelha do Estado de São Paulo e pela Escola de Bombeiros do Estado de São Paulo. Atuou como membro da Equipe de Socorristas do Senac - São Paulo. 
Mestre em Educação e Saúde na Infância e Adolescência pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. 
Pedagogo e Psicopedagogo Clínico e Institucional. 
Professor universitário de Pedagogia. Consultor Pedagógico e Empresarial.

O Curso é Certificado pelo Instituto Paulista de Educação e Saúde IPES.
.
Entre em contato e agende uma visita!
Contatos:
Professor Marcelo Clemente
E-mail: marcelorhema@gmail.com




Fone/ WhatsAPP (11) 9 6070-9219

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Lei de Ensino de Primeiros Socorros em escolas é aprovado no Estado de São Paulo. Confira a participação do Prof. Marcelo Clemente em debate promovido pela TV Assembleia Legislativa de São Paulo

Prof. Marcelo Clemente foi convidado a participar de um debate realizado na Assembleia Legislativa de São Paulo, sobre a Lei 15.661/15, que institui a inclusão de uma aula de primeiros socorros no ensino básico da rede estadual. O Prof. Marcelo Clemente, Socorrista formado Socorrista capacitado no método START pelo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Bombeiros de São Paulo e em Primeiros Socorros pela Cruz Vermelha do Estado de São Paulo e pela Escola de Bombeiros do Estado de São Paulo afirmou: " Já ministro curso básico de Primeiros Socorros há muitos anos e fiquei muito satisfeito com essa iniciativa".


Participaram do Debate o autor da Lei, Diretor do Hospital do Coração em São Paulo, o Prof. Marcelo Clemente e um representante do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo.
Confira no video abaixo, a participação do Prof. Marcelo Clemente no debate promovido pela TV Assembleia:
O programa Agora é Lei, recebe o deputado Carlos Cezar, do PSB, Prof. Marcelo Clemente e convidados para falar sobre a Lei n° 15.661, que fala sobre lições de Primeiros Socorros na educação básica da rede escolar em todo Estado. Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=9SpJBukgbUo


terça-feira, 26 de abril de 2016

26 de abril - Dia Nacional de Prevenção e combate a Hipertensão Arterial



O que é Hipertensão?

A hipertensão arterial ou pressão alta é uma doença caracterizada pela elevação dos níveis tensionais no sangue. É uma síndrome metabólica geralmente acompanhada por outras alterações, como obesidade. Cerca de 20% da população brasileira é portadora de hipertensão, sendo que 50% da população com obesidade tem a doença. A hipertensão pode acontecer quando nossas artérias sofrem algum tipo de resistência, perdendo a capacidade de contrair e dilatar, ou então quando o volume se torna muito alto, exigindo uma velocidade maior para circular. Hoje, a hipertensão é a principal causa de morte no mundo, pois pode favorecer uma série de outras doenças.
Quando o seu coração bate, ele contrai e bombeia sangue pelas artérias para o resto do seu corpo. Esta força cria uma pressão sobre as artérias. Isso é chamado de pressão arterial sistólica, cujo valor normal é 120 mmHg (milímetro de mercúrio). Uma pressão arterial sistólica de 140 ou mais é considerada hipertensão. Há também a pressão arterial diastólica, que indica a pressão nas artérias quando o coração está em repouso, entre uma batida e outra. Um número normal de pressão arterial diastólica é inferior a 80, sendo que igual ou superior a 90 é considerada hipertensão.

Tipos

A hipertensão pode ser dividida em três estágios, definidos pelos níveis de pressão arterial. Esses números, somados a condições relacionadas que o paciente venha a ter, como diabetes ou histórico de AVC, determinam se o risco de morte cardiovascular do paciente é leve, moderado, alto ou muito alto. Além disso, quanto mais alta a pressão arterial, maior a chance de o paciente precisar usar medicamentos.
Estágio I: hipertensão acima de 140 por 90 e abaixo que 160 por 100
Estágio II: hipertensão acima de 160 por 100 e abaixo de 180 por 110
Estágio III: hipertensão acima de 180 por 110.

    Fatores de risco

    A hipertensão é herdada dos pais em 90% dos casos. Em uma minoria, a hipertensão pode ser causada por uma doença relacionada, como distúrbios da tireoide ou em glândulas endocrinológicas, como a suprarrenal. Entretanto, há vários outros fatores que influenciam os níveis de pressão arterial, entre eles:

    • Fumo
    • Consumo de bebidas alcoólicas
    • Obesidade
    • Estresse
    • Grande consumo de sal
    • Níveis altos de colesterol
    • Falta de atividade física
    • Diabetes
    • Sono inadequado.
    Além desses fatores de risco, sabe-se que a incidência da hipertensão aumenta com a idade. Isso porque com o passar do tempo nossas artérias começam a ficar envelhecidas, calcificadas, perdendo a capacidade de dilatar - são chamados de vasos menos complacentes. Com isso a hipertensão arterial é mais fácil de acontecer - cerca de 70% dos adultos acima dos 50 ou 60 anos possuem a doença.

    Sintomas de Hipertensão

    Os sintomas da hipertensão costumam aparecer somente quando a pressão sobe muito: podem ocorrer dores no peito, dor de cabeça, tonturas, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e sangramento nasal.

    Sintomas de Hipertensão

    Os sintomas da hipertensão costumam aparecer somente quando a pressão sobe muito: podem ocorrer dores no peito, dor de cabeça, tonturas, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e sangramento nasal.

    Tratamento de Hipertensão

    A hipertensão não tem cura, mas tem tratamento para ser controlada. Somente o médico poderá determinar o melhor método para cada paciente, que depende das comorbidades e medidas da pressão. É importante ressaltar que o tratamento para hipertensão nem sempre significa o uso de medicamentos - mas se estes forem indicados, ela deve aderir ao tratamento e continuar a tomá-lo mesmo que esteja se sentindo bem. Mas mesmo para quem faz uso de medicação é imprescindível adotar um estilo de vida saudável:
    • Manter o peso adequado, se necessário, mudando hábitos alimentares
    • Não abusar do sal, utilizando outros temperos que ressaltam o sabor dos alimentos
    • Praticar atividade física regular
    • Aproveitar momentos de lazer
    • Abandonar o fumo
    • Moderar o consumo de álcool
    • Evitar alimentos gordurosos
    • Controlar o diabetes e outras comorbidades.
    Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

    Complicações possíveis

    As principais complicações da hipertensão são AVC, por infarto agudo do miocárdio ou doença renal crônica. Além disso, a hipertensão pode levar a uma atrofia do músculo do coração, causando arritmia cardíaca. É importante ressaltar que qualquer combinação de fatores de risco é sempre muito mais grave, pois o risco das comorbidades é multiplicado. Em média, uma pessoa com hipertensão que não controla o problema terá uma doença mais grave daqui 15 anos.

    Prevenção

    Pessoas em idade adulta meçam a pressão pelo menos uma vez por ano como forma de acompanhamento (a medidas que vamos envelhecendo a pressão vai aumentando). Além disso, outros hábitos de vida saudáveis podem ser adotados para prevenir a hipertensão:
    • Evite ficar parado: caminhe mais, suba escadas em vez de usar o elevador
    • Diminua ou abandone o consumo de bebidas alcoólicas
    • Tente levar os problemas do dia a dia de maneira mais tranquila
    • Mantenha o peso saudável: procure um profissional de saúde e peça orientação quanto à sua alimentação
    • Tenha uma alimentação saudável
    • Diminua o sal da comida.
    Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude/temas/hipertensao



    sábado, 6 de fevereiro de 2016

    Prof. Marcelo Clemente ministra palestra sobre Educação e Neurociências para Educadores.

    Dia 30/01/2016  o Instituto Paulista de Educação e Saúde - IPES, promoveu mais uma edição do mini curso de Neurociências, Educação e Práticas Pedagógicas Eficientes. 

    No curso os participantes tiveram a oportunidade de vivenciarem a Experiência de Aprendizagem Mediada - EAM, conheceram um pouco da Teoria da Modificabilidade Cognitiva Estrutural - TMCE, bem como uma visão geral do Programa de Enriquecimento Instrumental - PEI, abordagens de desenvolvimento cognitivo elaboradas pelo Prof. Reuven Feuerstein.

    "Todo professor deveria aprender a importância da mediação na aprendizagem e como precisam rever sua postura e didática em sala de aula, tendo como foco principal, o desenvolvimento de seus alunos", afirmou o Prof. Marcelo Clemente, palestrante do curso, Pedagogo, Especialista em Desenvolvimento Humano, Psicopedagogia Clínica e Institucional, Mestre em Educação e Saúde pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP e mediador licenciado pelo Feuerstein Institute.



    Prof. Marcelo Clemente, falando sobre o aumento do interesse na
    área de Neurociências
    e a atenção do mercado editorial brasileiro sobre a temática.

    Explicação sobre o Programa de Enriquecimento Instrumental - PEI

    Participantes realizaram atividades relacionadas à aceleração da aprendizagem
    e mediação na aprendizagem.

    Vivências e atividades sobre Educação e Neurociências.

    Prof. Marcelo Clemente realizando mediação junto
    aos participantes do curso.
    Participe você também dos eventos de formação permanente do 
    Instituto Paulista de Educação e Saúde - IPES. 

    Maiores informações: 

    www.marceloclemente.com.br

    contato@marceloclemente.com.br


    ou pelo celular: (11) 96070-9219 



    (11) 96070-9219